Nilson: “Toda escola será bilíngue, com sala Google, 5G e disciplina militar”

Pré-candidato a prefeito pelo Democratas, o jornalista Nilson Gomes diz que “a Educação em Goiânia precisa ser totalmente revista”. Por isso, incluiu em seu plano de governo, o Projeto 5G, as seguintes medidas:

1 — Todas as escolas públicas municipais serão bilíngues, inclusive os CMEIs (creches).
2 — Todas terão a melhor internet disponível (5G);
3 — Criar Escolas do Corpo de Bombeiros, da PM e das Forças Armadas, em convênio com os governos federal e estadual. “Se não for possível a parceria completa, a Prefeitura complementa com pessoal da reserva para haver disciplina militarizada em todas as escolas de 6° ao 9° ano”;
4 — Os alunos de 6° a 9° terão também tablet e escola em tempo integral, com o contraturno em sua casa. “A Prefeitura vai fazer, via administração direta e na medida de sua condição, sala Google na residência dos alunos. Eles não têm onde estudar”;
5 — A partir do 6° ano, as escolas vão passar a ser trilíngues, acrescentando o Mandarim;
6 — Aliás, o turno extra só terá três matérias, Matemática, Inglês e Mandarim, “ensinadas via EAD em cursos adequados, com os melhores professores do mundo”;
7 — “A China é o maior parceiro comercial de Goiás e do Brasil”, diz o jornalista. “Vou propor parceria pra bancar o ensino de Mandarim”;
8 — A despesa será pública: “Cada sala modelo Google, feita pela Comurg, vai custar R$ 4 mil. A manutenção de internet 5G e energia será negociada com a concessionária em troca do aluguel do local dos postes, atualmente não cobrado”.
9 — O orçamento atual da Educação é suficiente.