Goianésia fervendo: Renato de Castro leva crise de servidor para dentro da prefeitura

O prefeito Renato de Castro (MDB), de Goianésia, levou para dentro de sua gestão a crise do servidor comissionado Rayker Jeorge, que falou em áudio, que circula nas redes sociais, que diploma de advogado teria valor, mas que de professor só serve para “limpar a bunda”. Ao divulgar uma nota, cheia de erros de Português, em que erra até o nome do prefeito, o que restou da gestão renatista levou uma crise sem precedentes envolvendo um dos maiores defensores da candidatura Leonardo Menezes (DEM) pra dentro de casa.

O tal servidor foi exonerado, ainda atordoados com a repercussão do caso, mas o estrago já estava feito.