Marconi: 1º lugar de Goiás no Ideb é resultado de ciclo iniciado em 1999

Veja abaixo matéria do site Mais Goiás

Em três posts publicados no Instagram na noite desta terça-feira, o ex-governador Marconi Perillo (PSDB) afirma que o primeiro lugar no ranking do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgado pelo Ministério da Educação no dia 15 de setembro, resulta de um “círculo virtuoso e continuado de investimentos iniciados em 1999, com impactos positivos para além de nossas administrações”.

Marconi lembra, nas postagens, que esta não é a primeira vez que Goiás alcança bons resultados no Ideb. As medições de 2013 e 2017 já haviam colocado o Estado em patamar acima de outras unidades da Federação do País. Isto aconteceu, na avaliação do ex-governador, por causa da “profunda reforma que promovemos no ensino-aprendizagem em nosso Estado em parceria com alunos, pais, servidores e educadores”.

Marconi destaca o “caráter democrático” de sua gestão na Educação. “a liderança no Ideb é a soma das iniciativas de valorização e fortalecimento dos profissionais da educação; da adoção de práticas de ensino de alto impacto na aprendizagem; da redução das desigualdades sociais; da criação de um sistema de remuneração por mérito; e de uma profunda reforma na gestão e na infraestrutura da rede estadual de ensino”. Ele diz que nenhum resultado seria possível sem o envolvimento da comunidade escolar.

O ex-governador afirma que a liderança de Goiás no Ideb é resultado também da criação da Universidade Estadual de Goiás (UEG) em seu governo, que formou mais de 30 mil professores para o ensino fundamental; da criação da Bolsa Universitária, que atendeu 200 mil estudantes entre 1999 e 2018; e dos investimentos em qualificação profissional, que contemplou outros 600 mil.

“Essas ações e parcerias são reconhecidas como o mais amplo e consistente programa educacional da história de Goiás, com repercussão nesta e nas futuras gerações”, diz o ex-governador.