Governo e Secretaria Estadual de Saúde promovem eventos virtuais no Outubro Rosa

O Outubro Rosa é uma campanha de conscientização de caráter internacional que destaca a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e, mais recentemente, também do câncer de colo do útero. Os dois tipos são prevalentes na população feminina. Neste ano, o Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO) investirá em eventos digitais e virtuais para deixar a mensagem de alerta.

“Eventos presenciais geram aglomeração e devem ser evitados neste ano, por causa da pandemia. Para conscientizar sobre o Outubro Rosa, utilizaremos plataformas digitais, mídias sociais, aplicativos de conversa, dentre outras estratégias digitais e virtuais para divulgação e comunicação com a população em geral”, explica a coordenadora de Ciclos da Vida da Superintendência de Atenção Integral à Saúde da SES-GO, Fernanda Ramos Parreira.

Programação
No dia 29 de outubro, por meio da plataforma Zoom, a área de Saúde da Mulher da SES-GO realizará o evento virtual Encontro com Especialistas e Outubro Rosa, destinado aos profissionais de saúde e gestores municipais. As unidades hospitalares estaduais também participam do mês com programação específica e iluminação em rosa das fachadas.

Em algumas unidades, haverá produção de cartazes informativos nas recepções; produção de card ilustrado para distribuição interna e externa por meio de aplicativos de mensagem e redes sociais; produção de flyer ilustrado demonstrando sinais e sintomas para distribuição interna e externa; distribuição de fitas rosas, entre outras ações.

Para chamar atenção sobre a importância do tema, já estão com as fachadas iluminadas os Centros Estaduais de Reabilitação e Readaptação Dr. Henrique Santillo (Crer) e de Atenção Prolongada e Casa de Apoio Condomínio Solidariedade (Ceap-SOL), os Hospitais Estaduais Geral de Goiânia Dr. Alberto Rassi (HGG), de Doenças Tropicais Dr. Anuar Auad (HDT), de Urgências de Trindade (Hutrin) e Ernestina Lopes Jaime (Heelj), de Pirenópolis.

Câncer de mama
De acordo com o Ministério da Saúde, o câncer de mama é o tipo mais comum entre as mulheres no Brasil e no mundo, correspondendo a cerca de 25% dos casos novos de câncer a cada ano. Esse porcentual é de 29% entre as brasileiras.

A doença é causada pela multiplicação desordenada das células da mama. Esse processo gera células anormais que se multiplicam, formando um nódulo ou tumor. Há vários tipos de câncer de mama e alguns têm desenvolvimento rápido, enquanto outros crescem mais lentamente. Por isso, é fundamental que as mulheres mantenham um acompanhamento periódico com o médico, procurando a Unidade Básica de Saúde mais próxima de suas casas.

O câncer de mama não tem uma causa única. Diversos fatores estão relacionados ao aumento do risco de desenvolver a doença, tais como idade, fatores endócrinos, história reprodutiva, fatores comportamentais/ambientais e fatores genéticos/hereditários.