Senador Canedo: Divino diz que crise hídrica é resultado de “ataque de adversário político”

Candidato à reeleição, o prefeito de Senador Canedo, Divino Lemes (Podemos), analisou em entrevista à Sagres 730, nesta quinta-feira (8), o cenário das eleições no município. Para ele o momento é positivo, apesar da crise sanitária e financeira. “É um momento positivo para discutir a cidade, discutir os projetos, estamos falando com a comunidade de uma forma presencial e isso é positivo”, afirmou.

“A política aqui tem algo bom, que é o debate, mas tem algo muito rasteiro que é a politicagem de querer ganhar a qualquer custo”.

Questionado sobre a situação hídrica no município e sua proposta para solucionar o problema, Divino afirmou que vai continuar fazendo e buscando soluções. “Nós vamos continuar fazendo, já fizemos muito, já inauguramos três estações de tratamento d’água e a produção de água no município hoje é o dobro de quando eu recebi”, explicou.

“Para mandar água para região alta precisa de pressão, nessa região as caixas d’água devem estar no mínimo a metade de peso d’água para toda cidade ser abastecida”, completou. Lemes apontou que houve um “ataque” em uma reserva técnica da cidade.

“O nosso inimigo político, adversário, patrocinou a maior depredação da nossa companhia, arrebentaram três adutoras importantes e também quebraram de seis a oito quadros de comando de bombas importantes”, disse. “A gente estima que foi jogado fora cerca de 20 milhões de litros de água tratada. Com o alto consumo, nossas redes esvaziaram, a reservação da casa do morado esvaziou. Um calorão desse, gasta água demais. De modo de foi uma ação deliberada, para jogar os moradores contra a estrutura institucional instalada, cujo prefeito é candidato à reeleição”, completou.