Candidatura de George Morais em Trindade é indeferida pela Justiça Eleitoral

O candidato a prefeito de Trindade, George Morais (PDT), teve sua candidatura indeferida pela Justiça Eleitoral devido às prestações de contas reprovadas no Tribunal de Contas da União em duas oportunidades, segundo decisão da juíza Karine Unes Spinelle, da 43ª Zona Eleitoral. A ação foi proposta pelo advogado Leonardo Batista.

Os pedidos de desautorização da candidatura de Morais foram feitos pela “Coligação Trindade Mais Humana” e também pelo Ministério Público Eleitoral, que alegam que as contas do candidato foram reprovadas, em 2008 e 2009, e que, portanto, torna-o inelegível por oito anos a partir da data da decisão definitiva da Justiça.

A defesa de George Morais argumenta que o candidato teve suas contas aprovadas pela Câmara Municipal de Vereadores de Trindade, ainda segundo a defesa, órgão responsável pelas prestações de contas e que, por isso, não haveria irregularidades. A defesa diz também que não seria competência do Tribunal de Contas da União rejeitar as contas do então prefeito, à época, George Morais.

(Matéria do Diário de Goiás)