Grande Goiânia: motoristas de ônibus anunciam greve para a próxima segunda

Motoristas do transporte coletivo podem entrar em greve na Grande Goiânia a partir da próxima segunda-feira (9). A categoria quer reajuste de 6% no salário base dos condutores e 10% no vale alimentação para profissionais com carga horária de 25 e 44 horas semanais. As informações são do Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Coletivo Urbano de Goiânia e Região Metropolitana (SindColetivo).

De acordo com o presidente da entidade, Sergio Reis Araújo, a paralisação foi aprovada em assembleia da categoria e não tem data para ser encerrada. “Isso vai depender das propostas das empresas. Nossa intenção é não recuar. Não iremos aceitar perder direitos”, afirmou.

Ao site Mais Goiás, Sérgio explicou que, além de cobrar o reajuste salarial e no vale alimentação, os motoristas criticam a proposta das empresas acerca do parcelamento do 13º salário e a retirada do ticket natalino.

“Essa proposta é ineficaz para nós motoristas do transporte coletivo. Tudo estará parado na segunda-feira (9). Motoristas e responsáveis pela parte de fiscalização das empresas RMTC, Rápido Araguaia, Metrobus e outras”, assegurou.

E completou: “nossa proposta é o reajuste salarial de 6% e 10% no vale alimentação. Se essas questões não forem atendidas, continuaremos com a greve”.