“A melhor pesquisa é a do dia da votação”, afirma Vanderlan em sabatina

“Tem pesquisas para todos os gostos. E respeito todos os institutos. E nas pesquisas internas, mesmo com tantos ataques e jogos baixos, estamos liderando. E nós vamos ganhar. É trabalhar. A melhor pesquisa é a do dia da votação”, afirmou Vanderlan em sabatina na Rádio Sagres na sexta-feira, 6/11. O candidato tem intensificado as carreatas, caminhadas, reuniões, sabatinas e entrevistas nesta reta final e vai continuar da mesma forma até o dia da eleição.

“Nós achávamos que os eventos não teriam aceitação, por causa da pandemia, mas as pessoas querem ouvir as propostas. E o eleitor não aceita muito os candidatos que apenas criticam o outro, sem apresentar o que será feito”.

Vanderlan tem visto o que ele chamou de “jogo de pesquisas e desconstrução” como um projeto da velha política. “Eu tenho dialogado com os eleitores. É a forma que eu faço política”, disse ao reafirmar que os ataques que tem sofrido nos programas eleitorais, especialmente do MDB e PT, mostram que os projetos para colocar Goiânia em um novo momento estão incomodando.

Uma destas principais propostas para cuidar das pessoas é dar condições para as pequenas, médias e grandes empresas de Goiânia possam crescer e, com isso, gerar emprego e renda em todas as regiões da cidade. Para isso, Vanderlan vai implantar os polos de desenvolvimento em toda a cidade, de acordo com a vocação local.

“Queremos firmar as pessoas em suas regiões. Podem ser feitos vários polos de desenvolvimento em cada uma das sete regiões da cidade. E ainda conseguiremos melhorar a mobilidade urbana na cidade, diminuindo a lotação no transporte público. Isso é fazer uma gestão nova, como foco em cuidar das pessoas e trazer qualidade de vida a todos os goianienses”, afirmou o candidato.