Ataques de Vanderlan no 2º turno podem denotar desespero e que ele partiu pro vale tudo

O candidato Vanderlan Cardoso (PSD) tem sinalizado que vai fazer uma campanha agressiva e de ataques neste segundo turno. Na Sagres, nesta terça-feira, Vanderlan questionou o estado de saúde de Maguito Vilela (MDB) e disse que a campanha do rival esconde a verdadeira situação do candidato.

Se Vanderlan insistir no ataque, pode se dar mal. Primeiro, porque os goianienses têm tradição de rejeitar campanhas agressivas e que só atacam o adversário. E mais: os ataques frontais de Vanderlan podem denotar desespero e mostrar que o candidato partiu pro vale tudo.