Operação Famiglia: MP denuncia Mizair Júnior, Waguinho e mais 19 pessoas por supostas fraudes em licitações

O Ministério Público de Goiás (MP-GO)ofereceu denúncia contra o secretáriomunicipal de Assistência Social de Goiânia, Mizair Lemes Júnior, e outras 20 pessoas suspeitas de fraudarem licitações para aquisições de cestas básicas, sacos de lixo e outros itens na prefeitura de Goiânia.

O documento, emitido na última sexta-feira (11), decorre da Operação Famiglia, deflagrada em agosto desse ano. Informações só foram compartilhadas com a imprensa nesta segunda-feira (14). O ex-deputado e ex-presidente da Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg), Wolney Wagner de Siqueira Júnior, mais conhecido como Waguinho, também está entre os denunciados.

Segundo promotor de Justiça Sandro Halfeld Barros, dos 21 denunciados, 19 são suspeitos de constituir uma organização criminosa. Além de Mizair e Wolney, estão envolvidos Sebastião Alves de Sousa, Rita Alves Pereira Guedes (já falecida), Mary Cristina Landim Alves, Scarlet Sousa Landim, Jéssica Alves de Sousa, João Alexandre Landim, Rafael Alves dos Santos, Divino Farias Pereira, Samuel Neres da Cunha, Silvio de Sousa Maia, Alessandro Machado, Luiz Eduardo Soares dos Santos, Lucas Ávila de Souza, Thallianny Marques Ferreira, Joyce Arcanjo de Souza, Gleice Mara Duarte de Paula, Hamilton Machado Borges e Aldo Faria Alves.