Na Rádio Interativa, logo após informe da Prefeitura ameaçando os professores, Ada Furadan apoia a greve

Momento constrangedor (para a Prefeitura de Goiânia) na manhã desta quarta-feira, durante o programa Incêndio, da Rádio Interativa.

Nos intervalos, era veiculado um informe publicitário da Prefeitura, acusando a greve dos professores municipais de ilegal e prometendo sanções caso as escolas continuem sem aulas.

Em um desses intervalos, terminado o informe, recomeça o debate no estúdio. O locutor então anuncia a presença de uma professora aposentada que estava lá para conhecer a personagem Ada Furadan.

Começam então a falar da greve dos professores. E a turma da rádio no estúdio não só comenta positivamente a invasão do plenário da Câmara de Vereadores como a própria Ada Furadan ainda critica aqueles professores que ficam em casa sem lutar junto com os outros colegas….

Ou seja, a prefeitura paga pelos anúncios no intervalo, mas o pessoal da rádio acabou jogando contra, apoiando a greve dos professores municipais.

Esse é o clima que está se formando em Goiânia, a favor dos professores e contra a Prefeitura de Goiânia.