Em artigo, Delúbio se diz “admirador confesso” de Batista Custódio, do DM

O ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares afirma, em artigo distribuído hoje à imprensa, que é “admirador confesso” do jornalista Batista Custódio, editor-chefe do Diário da Manhã. O artigo é todo dedicado à história e ao aniversário de 33 anos do jornal.

Delúbio afirma que Batista Custódio é a mais importante figura da imprensa goiana de seu tempo. “Seu jornal não se fecha em preconceitos ideológicos ou dogmas estéreis. Sua vida é feita de tinta, papel, notícias, horizontes e sonhos”.

O ex-tesoureiro do PT afirma que rende homenagens ao DM por considerar Batista uma figura ímpar. Diz também que o faz por “admiração” e “gratidão”.

“Recordo, particularmente, as figuras de Consuelo Nasser, Fábio Nasser e de Aloisio Biondi, com saudade, mas também com alegria por tê-los conhecido, privilégio imenso que carrego comigo”, completa Delúbio.