Diário da Manhã publica trechos de livro de Tuma Jr. que podem reabrir diversos casos da política brasileira envolvendo Lula e o PT

Em Política, Diário da Manhã publica trechos do livro que podem reabrir diversos casos da política brasileira. Assassinato de Reputações, de Romeu Tuma Júnior, diz que o ex-presidente Lula era informante da ditadura.

Em trecho reproduzido no jornal, Tuma Júnior acentua: Lula ajudava o Departamento de Ordem Política e Social (Dops). A obra revela bastidores a respeito do rastro de possíveis contas dos mensaleiros, os fatos que rondam a morte do ex-prefeito Celso Daniel, a arapongagem de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e as ações perpetradas pela Polícia Federal e que seriam ilegais.

Diário da Manhã concentra sua publicação de dois trechos: referentes ao colaboracionismo de Lula junto aos militares e na tentativa de fulminar o ex-senador e governador Marconi Perillo, que, sem querer, fez prova contra os argumentos de que Lula não sabia de nada.