Amigo da onça: Gedda vota a favor de processo em que Alcides Rodrigues é réu

onçaEle, ele mesmo confessou: em discurso na tribuna da Assembleia, na sessão desta terça-feira, o deputado Francisco Gedda (pronuncia-se com e fechado e não com e aberto, como ele faz questão de pedir) declarou voto a favor do processo que o Superior Tribunal de Justiça encaminhou ao Legislativo goiano, solicitando licença para processar o governador Marconi Perillo.

O pedido foi rejeitado pelo plenário da Assembleia, por 30 votos a seis, o que significa que até deputados de oposição votaram contra o processo.

Gedda fez confusão e disse que a solicitação do STJ dizia respeito tanto a Marconi quanto a Alcides Rodrigues, já que os dois foram denunciados por crime eleitoral, ocorrido há mais de 10 anos. Mesmo tendo seu grande amigo Alcides como réu, ele disse que o seu voto seria a favor – e nas frases desconexas que pronunciou a seguir não foi possível descobrir a motivação do deputado.

De qualquer maneira, o presidente Helder Valin esclareceu que o pedido do STJ dizia respeito somente a Marconi, que, por ser governador, possui foro privilegiado e não pode ser processado sem autorização da Assembleia.

Anteriormente, o processo fora desmembrado e a parte que cabe a Alcides acabou remetida à Justiça Comum porque ele deixou o governo e perdeu o privilégio.