Pior crise da história do transporte coletivo de Goiânia é a herança maldita que Iris deixou para Paulo

Bem ao seu estilo populista, demagógico e messiânico de salvador da pátria, Iris Rezende prometeu resolver o problema do transporte coletivo urbano de Goiânia na campanha de prefeito de 2004.

Não resolveu, como os fatos estão aí para demonstrar na prática do sofrido cotidiano da população.

Mais grave ainda: passados dez anos, quase oito deles com o peemedebista na Prefeitura de Goiânia e responsável pela gerência e fiscalização do setor, o transporte do goianiense piorou. E muito.

Esta é uma das heranças malditas deixadas por Iris para Paulo Garcia, que é obrigado a engolir tudo calado para não contrariar o padrinho.