Precisa de uma consulta num Cais? Escreva uma carta para O Popular

A gestante Vanessa de Oliveira Silva, moradora do Jardim Mariliza, em Goiânia, foi ao Cais da sua região, esperou horas e teve de voltar para casa sem ser atendida e sem nenhuma satisfação.

Esperta – e precisando muito da consulta com pediatra para o seu filho de 10 anos – resolveu escrever uma carta para o jornal O Popular.

Contou a sua história, reclamou e se exprimiu com inteligência e criatividade: disse que se sentiu “invisível”, porque os funcionários e médicos do Cais passavam por ela como se não a tivesse vendo, ignorando-a completamente até mesmo quando ela se dirigia a eles.

Saiu a carta na seção de leitores de O Popular e pimba. A consulta foi marcada no mesmo dia, telefonaram para a casa de Vanessa, ela foi ao Cais foi atendida em menos de cinco minutos.

Mais ainda: segundo a assessora que escreveu no dia seguinte também a O Popular, a carta de Vanessa gerou até reuniões e uma movimentação no sentido de melhorar o atendimento do Cais do Jardim Mariliza.

Então estamos combinados: quer ser bem atendido nos Cais da Prefeitura de Goiânia? Escreva para O Popular.