Chega ao fim a era do petismo bolivariano no comando do Brasil: Senado aprova o impeachment de Dilma em sessão histórica

Acabou. Por 61 votos a 20, o Senado acaba de afastar do cargo a presidente da República, Dilma Rousseff (PT), em caráter definitivo. Será efetivado no comando do País o presidente interino, Michel Temer (PMDB). É o fim de um longo ciclo do PT no poder, que começou em 2012 com o ex-presidente Lula, e que sobreviveu a sobressaltos como o Mensalão e outros diversos escândalos de corrupção.

Discute-se agora se será imputada a Dilma a pena da perda dos direitos políticos por oito anos.