Racha na oposição: por debaixo dos panos, Daniel Vilela articula declarações de deputados contra Caiado

A disputa entre o deputado federal Daniel Vilela (PMDB) e o senador Ronaldo Caiado (DEM) pelo posto de candidato da oposição ao governo de Goiás em 2018 esquentou tão logo a eleição para prefeito acabou. Bastou que alguns prefeitos demonstrassem simpatia pelo projeto de Caiado para que Daniel escalasse deputados estaduais para defendê-lo.

Os dois primeiros a saírem em defesa de Daniel foram José Nelto e Paulo Cézar Martins. Nelto afirmou ao Jornal Opção, Diário da Manhã e O Popular, em oportunidades diferentes, que é nula a possibilidade de o PMDB apoiar um governadoriável que não pertença ao partido.

PC Martins, um dos mais fieis vilelistas do PMDB, seguiu a mesma linha de argumentação em entrevista ao site Pauta Goiás. Afirmou que Daniel é o seu pré-candidato a governador e que é contra o seu partido apoiar um corpo estranho ao PMDB.

Caiado também têm boas cartas na manga. A principal delas é o prefeito eleito de Goiânia, Iris Rezende (PMDB), que se não decidir ser ele próprio candidato ao governo, tende a marchar ao lado do senador. Outros que já se comportam como caiadistas são o prefeito de Catalão, Adib Elias; de Formosa, Ernesto Roller; e de Rio Verde, Paulo do Vale.

[vejatambem artigos=” 58273,58251,58245,58247 “]