Escolhida para Secretaria da Mulher em Goiânia, Célia Valadão é contra as bandeiras do movimento de mulheres, como aborto e inclusão da discussão de gênero na Educação

A escolha da ex-vereadora Célia Valadão (PMDB) para Secretaria da Mulher da Prefeitura de Goiânia causou estranheza nos movimentos que lutam pelos direitos das mulheres. Célia, militante da Igreja Católica, é contra o aborto e contra a inclusão da discussão de gênero nos planos de Educação, duas das principais bandeiras dos movimentos das mulheres.

O prefeito Iris Rezende (PMDB) entregou a pasta para a ex-vereadora na tentativa de resgatá-la após o vexame nas eleições passadas. Célia amealhou 2.345 votos, praticamente a metade do que teve o último candidato eleito do seu partido (Andrey Azeredo, com 4.073). Sendo que, quatro anos atrás, ela havia conseguido 5.427 votos.

No link abaixo, o amigo leitor do blog confere as razões que explicam a reviravolta na carreira política da ex-vereadora.

[vejatambem artigos=”56973 “]