Pampinha, no Diário da Manhã, diz que dona Iris foi “deselegante” ao não comparecer ao encontro de primeiras damas com Valéria Perillo, no Palácio das Esmeraldas

O colunista da última página do Diário da Manhã, Luiz Augusto Pampinha, comenta nesta terça-feira a ausência de dona Iris Araújo no encontro das primeiras damas dos municípios goianos com a presidente da Organização das Voluntárias de Goiás, Valéria Perillo, no Palácio das Esmeraldas.

As primeiras dama compareceram em massa: 181 atenderam ao convite de Valéria Perillo para a confraternização, que também serviu para a discussão de parcerias com o governo do Estado na área social. Dona Iris foi convidada, mas não foi nem apresentou qualquer justificativa.

Para Pampinha, “dona Iris foi deselegante”. O jornalista lembrou que, “enquanto seu marido, Iris Rezende, vai ao Palácio para discutir parcerias com o governador Marconi Perillo, sua mulher mantém a linha radical e se recusa a qualquer diálogo”.