Agora candidato a governador, Caiado vai pela primeira vez às cavalhadas de Pirenópolis e é solenemente ignorado

Em um ato de populismo barato, o senador Ronaldo Caiado (DEM) participou das cavalhadas de Pirenópolis pela primeira vez na vida. A estreia do senador em festas religiosas foi ruim. Apesar de andar com o prefeito (que é do DEM) a tiracolo, Caiado circulou quase como anônimo pelas ruas da cidade. A claque tentou puxar o grito de “Caiado, Caiado”, mas não pegou.

Em seu pronunciamento, o recém-empossado imperador da festa do Divino Espírito Santo estendeu-se em elogios ao governador Marconi Perillo (PSDB), que é quem reina de verdade em Pirenópolis há muito tempo. A popularidade de Marconi tem razão de ser: já faz 20 anos que ele ajuda a estruturar as cavalhadas – ao contrário de políticos que, de um jeito oportunista, só pintam por lá para dar tapinhas nas costas uma vez por ano.