Jornal Opção: Iris distorce fatos e se aproveita de obras de Paulo Garcia para anunciar investimentos

Reportagem publicada no Jornal Opção

O prefeito Iris Rezende (PMDB) anunciou, em entrevista ao Diário da Manhã nesta quarta-feira (28/6), “benefícios e investimentos” que estão sendo feitos por sua administração. Após verificação, o Jornal Opção encontrou inverdades, prazos impraticáveis, além de anúncio de obras em que grande parte foi feita na gestão do ex-prefeito Paulo Garcia (PT).

De acordo com a publicação, foi normalizado o pagamento de fornecedores, prestadores de serviço e compromissos obrigatórios com o Imas [Instituto Municipal de Assistência Social], além de negociação de dívidas deixadas pelo petista.

De acordo com o vereador Elias Vaz (PSB), porém, a atual gestão ignorou o pagamento da dívida das gestões anteriores para pequenos servidores. “A prefeitura está negociando apenas grandes contratos. Os pequenos prestadores de serviço estão sendo prejudicados com a troca de gestão. Ainda existe instabilidade, o que fez com que vários médicos se descredenciassem, deixando pacientes na mão”, garantiu.

Ainda na área da Saúde, o anúncio afirma que as obras do Centro Integrado de Assistência Médico Sanitária (Ciams) do Setor Urias Magalhães foram retomadas e estabelece uma previsão que a unidade será entregue até o final de junho. Como já estamos no dia 28, a data de dois dias estipulada para entrega é pouco provável, e, inclusive própria Secretaria Municipal de Saúde (SMS) negou que haja previsão para conclusão das obras.

Além disso, a matéria cita o Programa Macambira Anicuns como um dos grandes desafios da gestão Iris Rezende, que terá os primeiros três trechos de obras concluídos até o final do ano. No fim de sua gestão, Paulo Garcia entregou 83% das obras destes trechos licenciados, deixando apenas 17% para o atual prefeito.

Outro ponto diz respeito à reconstrução da malha asfáltica da cidade, que está sendo retomada, sendo que o processo de negociação para requalificação asfáltica de 630 vias de Goiânia, com verba de R$ 400 mil, via financiamento internacional, foi feita totalmente na antiga gestão.

InvestimentoO que foi anunciadoA realidade
Pagamento de convênios (Imas, IPSM)Normalização e renegociação de dívidas “da gestão passada”Nem todos os fornecedores conseguiram renegociar e o serviço não foi normalizado (por falta de previsão de pagamento de atrasados)
Entrega do Ciams do Urias MagalhãesObra seria finalizada até o final de junhoFaltam dois dias para o fim do mês e a própria Secretaria de Saúde nega previsão de conclusão do centro de saúde
Entrega dos três primeiros trechos do Macambira-AnicunsConclusão dos trechos abandonados pela gestão passadaEx-prefeito Paulo Garcia (PT) concluiu e entregou 83% dos trechos. Restou apenas 17% para serem concluídos
Reconstrução da malha asfáltica da cidadeIris retomou obrasGestão passada que conseguiu empréstimo de U$ 100 milhões junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID)