Nome de craque, mas bola murcha: vereador Romário quer criar mais uma medalha na Câmara Municipal

Especialistas em puxar saco e pouco interessados em fiscalizar a prefeitura de Goiânia, os atuais vereadores da Capital continuam a protagonizar papelões que fariam inveja aos nada saudosos Célia Valadão (PMDB) e Carlos Soares (PT). Um exemplo é a iniciativa no novato Romário Policarpo (PTC) de propor uma medalha (mais uma!) para homenagear guardas civis.

Apesar do nome de craque, a bola do Romário vereador é murchinha. Seu trabalho como fiscalizador é abaixo da crítica e a sua única preocupação é, pelo menos neste começo de mandato, agradar os cabos eleitorais que o ajudaram em 2016. A Câmara já tem dezenas de medalhas, para os mais variados fins, e que não servem para absolutamente nada. Apenas para gastar dinheiro e atender propósitos eleitoreiros.