“Política se faz com gratidão”: frase é de Caiado, que usou o PMDB em 2014 e o quer como satélite em 2018

Ronaldo Caiado (DEM), que usou o PMDB para se eleger senador em 2014 e que quer o partido como satélite para 2018, na eleição para governador, afirmou neste sábado em Jaraguá, no encontro de oposição organizado por ele, que “política se faz com gratidão”.

Curioso é que o termo “gratidão” também é frequente em entrevistas do pré-candidato do PMDB, Daniel Vilela, que afirma que Caiado seria “grato” se retribuísse no ano que vem o apoio que recebeu para sua candidatura ao Senado.