Projeto que restringe aumento de IPTU à inflação vai permitir que goianiense economize R$ 100 milhões

Aprovado em primeira votação pela Câmara Municipal, o projeto do vereador Elias Vaz (PSB) que restringe o aumento de IPTU e ITU à inflação do ano anterior e modifica regras de cálculo hoje vigentes vai permitir ao goianiense economia de R$ 100 milhões. Este dinheiro serviria para pagar benefícios para o prefeito e auxiliares e para pagar o salário de apaniguados, em cargos comissionados.

A regra que está em vigor permite que o IPTU seja reajustado em percentuais que variam de cinco a 15% mais a inflação do ano anterior. Há também outras variantes que, somadas, chegou a provocar aumento de até 75,23% em alguns imóveis de Goiânia.

O projeto do vereador Elias precisa ser votado em seguinda votação. A tendência é a de que a base do prefeito manobre para derrubar a matéria ou, se ela passar, é provável que Iris a vete.