Caiado se cala diante de relatório da PF que acusa Agripino de receber propina

O senador Ronaldo Caiado (DEM), que é sempre duro na hora de acusar os seus adversários de serem desonestos, ainda não se manifestou a respeito o relatório da Polícia Federal que atribui propina de R$ 2 milhões da OAS para o senador José Agripino Maia (DEM-RN), que é do mesmo partido de Caiado.

De acordo com informações da revista Exame, a PF vê o envolvimento do parlamentar e do empreiteiro José Adelmário Pinheiro Filho, o Léo Pinheiro, em irregularidades no financiamento do BNDES destinado a obras na Arena das Dunas, estádio em Natal, para a Copa de 2014.