Ex-presidente do PMDB afirma que Danielzinho perdeu chance de promover “convergência” no partido

Em entrevista ao Diário da Manhã na última sexta-feira  (25), o ex-presidente regional do PMDB Nailton de Oliveira fez duras críticas à maneira como o deputado federal Daniel Vilela, atual presidente do diretório estadual peemedebista, está conduzindo o partido. Nailton afirma que Daniel não aproximou o PMDB da sociedade e não fez nada para contornar divisões internas.

Confira trecho da reportagem: 

Para Nailton de Oliveira, o deputado federal Daniel Vilela, presidente estadual do PMDB, antes mesmo de se colocar como pré-candidato a governador, deveria ter liderado um movimento de convergência política, buscando a unidade interna do partido, unificando as forças oposicionistas e, também, ir às ruas para ouvir a sociedade.

O peemdebista lamentou que Daniel Vilela, “uma jovem e promissora liderança política”, não percebeu a oportunidade que teve de desempenhar este “papel vital” para o partido, a oposição e a sociedade que pregam a alternância de poder em Goiás.