Presidente do PT de Goiás despreza Daniel: “Existe um distanciamento de posições”

A presidente regional do PT, Kátia Maria, despreza o esforço do deputado federal Daniel Vilela (PMDB) para construir uma aliança com o seu partido com vistas a 2018. “Há um distanciamento entre PT e PMDB. É legítimo que tenhamos um trato republicano, mas existe um distanciamento pela posição política que o PMDB tem tido hoje”. A declaração foi publicada pelo site Diário de Goiás (confira aqui).

Kátia afirma, sem citar nomes mas referindo-se a Daniel, que o “posicionamento de lideranças de Goiás mediante as reformas e encaminhamentos da pauta nacional” impedem a aliança. Vale lembrar que Daniel votou a favor do impeachment da presidente Dilma, contra a aceitação da denúncia que implicaria Temer e foi relator da reforma trabalhista, muito criticada pelo PT e que tirou direitos dos brasileiros.

Em tempo: Kátia é ligadíssima ao deputado federal e mandachuva do partido em Goiás, Rubens Otoni.