Tropa de choque de Dona Iris nas sociais promove baixarias e festival de ataques a vereadores da oposição

Ser vereador de oposição, criticar ou questionar dona Iris Araújo ou o prefeito Iris Rezende, ou apontar algum deslize da Prefeitura virou crime ou a senha para a deflagração de uma campanha de agressões e ataques nas redes sociais.

Quem promove a baixaria é a tropa de choque de dona Iris, a maioria aboletada em cargos com altos salários no Paço Municipal, com o único objetivo de tentar intimidar os adversários políticos.

Diga-se que os vereadores-vítimas da sanha do donairismo, no caso Jorge Kajuru, Dra. Cristina, Sabrina Garcez e Priscilla Tejota, em momento algum baixou o nível do debate, focando em críticas administrativas e políticas.

Mas é o bastante para assanhar o jaguncismo virtual.

Vale dizer que não há indícios de que os ataques sejam ordenados por dona Iris, mas ela é useira em defender a tropa de choque e estimular baixarias em post publicados nas redes sociais.