Wilder insiste no discurso de querer ser candidato na marra, porém peca ao não mostrar ao menos uma proposta

Em dois momentos em O Popular, neste sábado, o senador Wilder Morais fala da pretensão de ser candidato à reeleição.

O Giro escreve que o senador, que realiza em Goiânia evento para vereadores e prefeitos do PP, afirma: “Está definido que serei candidato ao Senado. Só não está se será pela base aliada em Goiás”, diz.

A coluna destaca novamente fala de Wilder Morais: “Sou da base do governador Marconi Perillo e do vice José Eliton e quero disputar a eleição neste grupo, mas vai depender deles conseguirem colocar todo mundo no mesmo lado”, frisa o senador pepista, que disputa uma vaga na chapa majoritária da base com a colega Lúcia Vânia (PSB).

Também em entrevista à jornalista Fabiana Pulcineli, Wilder repetiu a mesma ladainha.

Mas precisa ser lembrado:

1.Apoio à candidatura se conquista e não se impõe com ameaças;

2. Em momento algum, Wilder defende uma ideia ou proposta para Goiás.

Ou seja, quer ser senador por querer apenas.