O Popular: Goiás tem menos servidores do que tinha em 2014

O governo de Goiás mantém hoje número de servidores públicos (entre efetivos, aposentados, pensionistas e comissionados) que é menor do que havia em dezembro de 2014, época em que o Estado atingiu o seu maior contingente histórico (173,7 mil). De acordo com reportagem publicada no jornal O Popular desta sexta-feira, são ao todo 170,2 mil.

Naquela época, em 2014, Marconi tomou a corajosa decisão de empreender a mais profunda reforma administrativa da história de Goiás, que reduziu para dez o número de secretarias e extinguiu 10 mil cargos comissionados.

O valor da folha salarial atingiu R$ 1 bilhão no passado, conforme mostrou também o jornal, em função dos 37 projetos de lei de autoria do governador Marconi Perillo (PSDB), aprovados pela Assembleia Legislativa, que concederam benefícios salariais (em especial, auxílio-alimentação para quem recebe salários menores) que autorizaram a realização de concursos na Segurança Pública.