Chefes de comunicação setorial: governo acata sugestão do GO24H

O decreto que subordina chefes de comunicação setorial a Gabinete de Imprensa da Governadoria, e não mais aos respectivos secretários, foi publicado no Diário Oficial 2 dias depois que o blog Goiás 24 Horas sugeriu mudanças na hierarquia e no trabalho destes servidores – que estão entre os mais bem pagos do Estado.

Faz bem ao nosso ego imaginar que a decisão foi tomada a partir da sugestão que demos.

Mas, se ainda nos permitem um toque a mais, é importante que o governo avance nas mudanças e troque também as peças, porque as que aí estão respondem tão somente aos secretários que as nomearam – a maioria os assessorava antes de assumir a chefia de comunicação setorial – e terão dificuldade para aceitar mudanças tão bruscas de um dia para o outro.

O que acontece hoje é que estes jornalistas preocupam-se apenas em agradar os seus chefes imediatos e ignoram a necessidade de se trabalhar pelo governo, como um todo. Há reportagens de prestação de contas produzidas no fim do ano passado que chegaram ao acinte de sequer citar o governador Marconi Perillo (PSDB) – é óbvio que isso não passou ao largo do crivo do Palácio das Esmeraldas.