Alckmin se afasta e Marconi assume comando do PSDB

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, se afastou temporariamente da presidência nacional do PSDB para se dedicar ao processo das prévias para escolha do candidato do partido à Presidência da República. As prévias estão marcadas para o dia 18 de março. Alckmin disputará a indicação para candidatura com o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio.

O vice-presidente do PSDB, o governador de Goiás, Marconi Perillo, assumiu a presidência da legenda e comandará o processo das prévias, junto com o secretário-geral, deputado Marcus Pestana, presidente do Comitê Eleitoral Partidário.

“O governador Geraldo Alckmin decidiu se afastar da presidência do partido durante o processo das prévias, para mostrar equidade de condições com o prefeito Arthur Virgílio. As inscrições para a disputa devem ser feitas até o dia 5 de março, no dia 14 será realizado um debate entre os candidatos em Brasília com ampla divulgação pela internet, e no dia 18 de março será realizada a consulta em todos os municípios do país”, anunciou o deputado Marcus Pestana, que preside a comissão eleitoral.