Promotora diz que Metrobus está sendo sucateada para ser entregue a empresários

A promotora de Justiça Fabiana Zamalloa afirma que o governo do Estado está sucateando a Metrobus para que a opinião pública entenda que a única solução possível para a empresa – que administra o Eixo Anhanguera – seja entregá-la para o consórcio Reunidas, comandado por Décio Caetano Filho, Edmundo Pinheiro e Milton Guedes Filho (os mesmos que já mandam no transporte coletivo do resto da região metropolitana de Goiânia).

A TV Anhanguera fez imagens aéreas do pátio da Metrobus, na Vila Regina, e encontrou mais de 50 veículos parados (em seu site, a empresa diz que tem uma frota de 133 carros). Nos bastidores, a justificativa para o acordo com a Reunidas seria um déficit de R$ 20 milhões.

“Existe realmente um déficit que não se busca solucionar das formas legais, associado ao interesse de se manter essa situação de caos para se conseguir apoio a esta decisão perante a opinião pública”, diz Fabiana Zamalloa à TV Anhanguera.

Clique aqui para assistir.