Após vídeo com ameaça a policiais, Sindepol processará Adib

O Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de Goiás (Sindepol) vai processar o prefeito de Catalão, Adib Elias (MDB), pelas críticas que ele fez à instituiçÃo em um vídeo que está circulando pela internet.

A gravação foi feita em uma reunião de apoiadores e nele o prefeito faz referência à prisão de dois servidores do município que são suspeitos de participar do atentado contra o radialista Ricardo Nogueira, em dezembro do ano passado.

Em sua fala, o prefeito ataca o delegado titular da 9ª Delegacia Regional de Polícia (DRP) de Catalão. “Não são os policiais civis, é a direção da Polícia Civil. Vergonhoso, nojento e asqueroso. Esse delegado, diretor aqui, não descobre nem quem matou cachorro”, afirmou, dizendo em seguida que ele é “funcionário do patrão e não da população”. E completou atacando: “espero que em janeiro eu dê a eles o destino que eles merecem em Goiás”.

Na gravação, Adib ainda questiona: “o que esse cidadão tem na cabeça para dar conta de previnir alguma coisa? (…) Eles não dão conta de nada, mas quando é para prender companheiros…”.

Em entrevista ao jornal O Popular, a presidente do Sindepol, Silvana Nunes Ferreira, afirmou que “a fala do prefeito foi infeliz e inadequada” e que ela se sentiu “negativamente supreendida”, visto que o ataque partiu de uma figura pública que deveria trabalhar em prol da sociedade.