Cláudio Meirelles: projeto do MP retroage para fugir da PEC que proíbe criação de cargos

Em audiência da Comissão Mista da Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira, o deputado estadual Cláudio Meirelles (PR) afirmou que o Ministério Público apresentou um projeto que prevê criação de cargos, mas com data retroativa – para escapar dos efeitos da PEC do Executivo, aprovada no fim do ano passado, que proibiu a criação de cargos e novos gastos para o Estado.

Cláudio insistiu na necessidade de convidar o procurador-geral de Justiça, Benedito Torres, para esclarecer o projeto. O líder do governo na Casa, Francisco Oliveira (PSDB), defendeu que o MP pode explicar a questão sem necessidade da presença do procurador na CCJ.

“É o momento de perguntar ao Ministério Público porque ele está retroagindo cinco meses. Não deixa de ser uma fraude. Por isso defendo que o projeto seja sobrestado. Se for assim, eu também vou propor este tipo de comportamento”, disse Cláudio.