Ele voltou: Vilmar insiste em gerar tumulto na base aliada

O presidente regional do PSD e ex-deputado voltou a gerar tumulto na base aliada, nesta terça-feira, com declarações ácidas ao jornal O Popular. Vilmar outra vez questionou a viabilidade política da candidatura de José Eliton (PSDB) a governador. Disse inclusive que o PSD pode lançar candidato ao Palácio das Esmeraldas.

“E se o PSD resolver lançar um candidato ao governo? Temos quadros para isso, mas pode não ser viável eleitoralmente. É o que vamos ver até julho”. afirmou Vilmar.  “Somos da base e vamos continuar apoiando este governo até 31 de dezembro. Digo aos deputados e prefeitos que ninguém faz favor em nos dar espaço, porque ajudamos a eleger e também a governar.

O presidente do PSD esmerou-se em semear a discórdia entre o PP e o resto da base aliada.

“Muita coisa muda. Há três meses, por exemplo, o governador Marconi dizia que o PP era considerado fechado com a base Wilder candidato ao Senado. Mudou completamente”.