Acredite: prefeitura não vai aplicar vacinas contra H1N1 no fim de semana

Duas más notícias relacionadas a Saúde pública nesta sexta-feira. A primeira – e mais absurda – é que a prefeitura de Goiânia não vai aplicar vacinas contra H1N1 nos postos de saúde pública, apesar da situação emergencial na Capital.

A segunda é que subiu para 10 o número de mortos por contaminação pelo vírus em Goiás. O novo boletim provocou procura ainda maior por vacinas no primeiro dia de campanha contra o H1N1 em postos de saúde pública do Estado.

O Goiás 24 Horas informou com exclusividade que o Ministério da Saúde entregaria, na última quarta, 648 mil doses – a pedido do goiano Alexandre Baldy, que é ministro das Cidades e intercedeu em favor da antecipação da vacinação no Estado.