Clécio debocha da “base-gelatina” de Iris na Câmara e faz piada com líder 

Diante da curiosíssima notícia de que o líder de Iris Rezende (MDB) na Câmara Municipal, Tiãozinho Porto (Pros), assinou um parecer que pede a derrubada de um veto do seu chefe, o prefeito, o vereador Clécio Alves (MDB) fez troça com a desarticulação do grupo aliado de Iris no Legislativo, que ele chamou de “base-gelatina”. 

“Como pode uma coisa dessas, um líder recomendar a derrubada do veto do chefe? Mas eu entendo, como vai liderar base se nem existe base? Eu não conheço essa base e não tenho dúvida que aqui não existe mais de 8 vereadores da base do prefeito. Virão momentos em que nós vamos precisar saber se tem base aqui ou não. E se não tiver nós estamos na lavoura. Já estão falando em impeachment do prefeito”, disse Clécio. 

O projeto vetado, que ensejou as declarações de Clécio, é do vereador Jorge Kajuru (PRP) e assegura às crianças nas creches municipais o direito de serem amamentadas pelas mães. O veto é integral e o prefeito diz que o texto “não atende ao interesse público”.