Baldy entrega 1,2 mil moradias por dia no Brasil, em média 

O ministro das Cidades, Alexandre Baldy, entregou em média 1.220 moradias por dia desde que assumiu o cargo, no dia 2 de novembro do ano passado. Isto significa que ele deu as chaves da casa própria para aproximadamente 223 mil famílias.

Os números da gestão Baldy na habitação são espantosos. Responsável pela reativação do programa Minha Casa, Minha Vida depois de um longo período de interrupção (causado pela crise econômica e pelo impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff), Baldy trabalha com a meta de concluir 1 milhão de unidades habitacionais até o fim de dezembro.

Destas, 400 mil haviam sido iniciadas de 2014 para frente mas, por motivos diversos, entraram na lista de obras inacabadas do governo. Outras 650 mil casas são projetos novos, autorizados já na sua passagem pelo Ministério das Cidades.

Estima-se que o déficit habitacional no Brasil seja de aproximadamente 6 milhões de moradias. Caso o ministro atinja a meta, em apenas um ano ele terá resolvido um sexto do problema.

Entre as habitações já inauguradas estão o Residencial Nelson Mandela, em Goiânia, e os residenciais Colorado I e II em Anápolis.