Movimento do PTB em direção a Daniel, hoje pequeno, pode crescer

Texto publicado no site GBrasil (clique aqui para acessar)

Na última segunda-feira, dois vereadores do PTB de Varjão comunicaram à direção do partido que a despeito da ligação do partido com o governador José Eliton (PSDB), vão apoiar Daniel Vilela (MDB) na eleição deste ano.

Há sinais de que este movimento pode não se restringir ao diretório de Varjão e abarcar, no fim das contas, a legenda inteira. Tudo vai depender de como o PTB vai ser contemplado na chapa majoritária da base aliada.

O presidente do diretório estadual do partido, deputado Jovair Arantes, disse nesta terça-feira que o PTB exige a vaga de candidato ao Senado ou a vice. Caso contrário, abre-se a possibilidade para composição com Daniel ou até com o senador Ronaldo Caiado (DEM).

“Continuamos na mesma batista, defendendo que haja critérios e não pode ser só pesquisa. De onde tem de ser o vice? Qual o partido e a região mais importantes? Não podemos abrir mão disso, seja para senador ou para vice”, afirmou o deputado no jornal O Popular desta terça.

O que se comenta é a senatória já estaria garantida para a senadora Lúcia Vânia (PSB) e a vice para o deputado federal Thiago Peixoto (PSD). Teriam sido ofertadas ao PTB as bases de Thiago para eleger Demóstenes Torres deputado federal.

O acordo oferecido está aquém do que Jovair exige. Por outro lado, o partido tem uma ligação histórica com a base aliada que será difícil romper.

Compartilhe