Assembleia aprova criação de varas e cargos comissionados na Justiça

A Assembleia Legislativa enfim aprovou o projeto que altera estrutura do poder Judiciário em Goiás. O texto prevê a criação de 37 novas varas (e não 33, como estava previsto anteriormente) e a criação de 208 cargos comissionados. 

Ficou fora do texto a proposta de criar a licença-prêmio para desembargadores e juízes. A supressão ocorreu em função das críticas que a ideia recebeu na imprensa e nas redes sociais. 

As quatro varas adicionais foram adicionadas ao texto por meio de articulação dos deputados. São duas em Aparecida de Goiânia, uma em Rio Verde e outra em Goianésia. 

Também foi suprimido do projeto o item que extinguiria 402 cargos efetivos, que o Tribunal de Justiça alega estarem vagos. Existe pressão para que estes cargos sejam providos por concurso.