Demóstenes compra briga com Enel: “Não tem moral para cortar energia de ninguém”

Candidato a deputado federal, o procurador Demóstenes Torres (PTB) usou pílula no horário político do rádio e televisão para bater pesado nas empresas de eletricidade. Ele avisou que se for eleito vai lutar contra a concessionárias do setor elétricos pelo péssimo serviço que prestam aos consumidores.

Demóstenes assinalou que apresentará projeto para que o corte de energia por falta de pagamento só seja efetuado após três meses. Ele quer ainda o fim da taxa de religação, defendendo também que as empresas sejam obrigadas a compensar cada evento de falta de energia, mesmo mínimo, com um dia de consumo.

E exemplifica: se a luz faltar 15 vezes no mês, o consumidor terá desconto de 15 dias de consumo, se atingir 30 vezes, a conta será zerada.

Embora não tenha citado a empresa que comprou a Celg, última em qualidade no ranking da Eletrobrás, o petebista conclui a pílula disparando um recado direto para a Enel: “A pior empresa de energia do Brasil não tem moral para cortar a energia da sua casa”.

Compartilhe