Dinheiro encontrado por operação não tem nenhuma relação com Marconi

A medida de busca e apreensão realizada na sexta-feira (28) pela Polícia Federal (PF) nos endereços do ex-governador Marconi Perillo (PSDB), na operação armada contra a candidatura do tucano ao Senado, não encontrou nada que possa incriminá-lo. O dinheiro encontrado durante a operação não tem nenhuma relação de origem ou destino com Marconi – as especulações neste sentido, portanto, são mentiras, são “fakes news”.

Nenhum dinheiro considerado suspeito foi encontrado nos endereços do governador em Goiânia e Pirenópolis. Em nota emitida ainda na sexta-feira, o advogado do ex-governador, Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, disse que a operação “é, sem dúvida, uma clara interferência, indevida e perigosa, contra a estabilidade democrática”, por se tratar de investigação antiga e já em andamento.

“Importante esclarecer que não é verdade que o ex-governador teve mandado de prisão decretado. Houve busca e apreensão, e esta medida, neste momento, já é uma grave agressão, uma violência inexplicável ao Estado Democrático de Direito. “A defesa vem denunciando, há tempos, a espetacularização do direito penal e a criminalização da politica”, afirma, ainda, a nota.