Prioridade de Vitti, Assembleia anuncia licitação para retomada das obras da nova sede

O presidente da Assembleia Legislativa, José Vitti (PSDB), anuncia a nova licitação para retomada das obras da nova sede da Alego, que está em construção no Park Lozandes, na região Leste de Goiânia. Para garantir transparência, ele vai solicitar o acompanhamento das obras pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) e ao Ministério Público Estadual (MPE).

Vitti afirma que a retomada dos trabalhos da construção da nova sede do Legislativo estadual é prioridade de sua gestão, que se encerra no dia 31 de janeiro de 2019. “Tenho esse compromisso e, por isso, fizemos um trabalho técnico minucioso para resolver os gargalos que impediam a continuidade das obras”, sublinhou.

O grupo de trabalho encarregado por Vitti para dar prosseguimento na construção da nova sede do Legislativo concluiu nesta terça-feira, 9, o alinhamento final dos detalhes técnicos, ultimando os procedimentos para a nova licitação das obras.

Para tanto, foi promovido um rigoroso levantamento de todos os projetos, verificando os serviços executados, as mudanças técnicas necessárias e a viabilização de licenças ambientais requeridas.

“Fizemos a junção dos projetos que já estavam de posse da Assembleia com os produtos técnicos oriundos das adequações realizadas por cinco empresas de consultoria. O dossiê técnico de projetos, orçamentos memoriais e especificações técnicas está pronto para a contratação de nova construtora”, explicou o engenheiro responsável pela obra, Rodrigo Santos.

Em agosto passado, o Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás aprovou os projetos de adequação que impactavam diretamente na continuidade dos trabalhos. Com a finalização do processo técnico de engenharia, não há mais nenhum obstáculo para Assembleia retomar as obras.

NOVA SEDE
Localizada no Park Lozandes, a nova sede da Assembleia terá 44 mil metros quadrados e oferecerá estrutura necessária para atender com mais eficiência as demandas do Poder Legislativo.

A criação de espaços compatíveis com a realidade atual da Casa eliminará gastos de reformas estruturais e reparos constantes, além de disponibilizar espaços adequados para a instalação de gabinetes de deputados, comissões temáticas, auditórios, TV Assembleia, além de salas compatíveis para a área tecnológica do Legislativo.

Com a construção da sede da Alego, a área de preservação ambiental do Bosque dos Buritis será entregue à Prefeitura de Goiânia para proteção da fauna e flora, o que contribuirá para a manutenção de uma cidade mais sustentável.