Com a comunicação amadora e desastrosa, Pepê caminha para final melancólico de campanha

Pedro Paulo de Medeiros vai ter o nome marcado na história da OAB-GO como o candidato que fez uma das campanhas mais desastrosas e amadoras do ponto de vista da comunicação estratégica.

Apesar de fazer investimento considerado alto na equipe, Pepê não conseguiu decolar e sai com a imagem bastante arranhada, com a chapa sendo acusada de lançar mão de fake news e outras baixarias para atingir o adversário Lúcio Flávio.

Nenhuma das estratégias de comunicação deu resultado. Pepê tem metade das intenções de votos de Lúcio Flávio, segundo todas as pesquisas, e teve a imagem associada a fatos negativos.

Enfim, o candidato e a chapa Nova Ordem jogaram dinheiro fora numa campanha marcada pelo amadorismo e falta de sintonia com os tempos modernos.

Um desastre total.