Diário da Manhã: Grupo dos 21 defende Lei da Ficha Limpa, independência e autonomia da Câmara

Ao analisar os desdobramentos da eleição para a mesa diretora da Câmara de Goiânia, o jornal Diário da Manhã revela que o Grupo dos 21 Vereadores que defende um Legislativo autônomo recebeu com alívio a decisão de Kleybe Morais (DC) de deixar o bloco. O vereador é alvo de investigação da Polícia Federal, acusado de compra de votos em sua campanha para a Câmara, em 2016.

“O Grupo dos 21 prega que os vereadores do bloco nçao podem ser alvos de mal feitos. É o caso de Kleybe Morais (DC), que está sendo investigado pela PF sob a denúncia de que comprou votos para sua eleição para a Câmara”, diz a coluna Fio Direto, que traz uma sequência de três notas sobre as articulações do Grupo dos 21 para a escolha de um candidato independente para a presidência da Casa, mas que não faça oposição ao Paço Municipal.