Piada: petista Olavo Noleto nomeado pelo prefeito de Aparecida para captar recursos no governo de Bolsonaro

Poderoso no Palácio do Planalto no governo da ex-presidente Dilma, onde ocupava a subchefia de Assuntos Federativos da Presidência da República, o petista Olavo Noleto não é hoje nem uma pálida lembrança dos tempos de glória em Brasília.

Depois do impeachment de Dilma, Noleto virou pó de traque. Antes, já tinha colhido derrota nas urnas: em 2014 tentou sem sucesso se eleger deputado federal, mas a votação foi pífia.

Agora, no fundo do poço, o petista reaparece no modesto quadro de auxiliares da prefeitura de Aparecida de Goiânia, nomeado pelo prefeito emedebista Gustavo Mendanha para uma obscura Secretaria de Projetos e Captação de Recursos, que, apesar do nome pomposo, parece não passar de uma sinecura.

A “pasta” anteriormente era ocupada por Einstein Paniago, outra nulidade que integrou a equipe de Jorcelino Braga na Secretaria Estadual da Fazenda.

O trabalho de Noleto em Aparecida de Goiânia será “captar recursos para projetos” no governo federal – ou seja, no governo antipetista de Jair Bolsonaro.

Só pode ser piada.