Ele só pensa em arrecadar: Iris deixa Goiânia esburacada e com obras atrasadas

A cabeça de Iris Rezende, aos 84 anos, está voltada para uma única missão: arrecadar, arrecadar e arrecadar. Enquanto Goiânia pede socorro, com ruas esburacas e um trânsito caótico, Iris fica criando estratégias para encher os cofres da prefeitura da maneira mais covarde possível.

Agora, a prefeitura está exigindo que o cidadão atualize pela internet o dados do imóvel. Ao declarar uma simples pintura nova ou troca de piso na residência, o valor do IPTU pode aumentar em até 500%.

Essa mesma sapiência irista não é aplicada na conclusão da obra da Marginal Botafogo, que continua em ritmo de tartaruga.