Kajuru diz que Câmara de Goiânia era um “puxadinho” do Paço Municipal

Entre os vereadores de oposição é unânime a análise de que a Câmara Municipal tinha se tornado uma extensão do Paço Municipal, devido à total submissão da Casa aos caprichos do prefeito Iris Rezende (MDB).

Em entrevista ao Jornal Opção, o ainda vereador e futuro senador Jorge Kajuru soltou o verbo.

“Nós vivemos nesses primeiros dois anos aqui na Casa uma situação triste, porque a Câmara era um puxadinho do Paço municipal, com um presidente capacho e soberbo. O presidente, vereador Andrey Azeredo (MDB), tratava mal os vereadores e só dizia sim ao prefeito. Essa nova mesa diretora terá coragem de dizer não ao Iris. Isso não é enfrentamento ao prefeito, é independência”, declarou Kajuru.